Boa Madrugada! Domingo, 21 de Outubro de 2018

Notícias

Política

Miguel Lauand pode não ter oposição na câmara de Itapecuru

Publicidade

Com a eleição da mesa diretora da câmara de vereadores de Itapecuru na noite do último sábado (31) um cenário político preocupante começa a ganhar forma no município, o prefeito Miguel Lauand (PRB) pode não ter oposição no parlamento.

O papel fundamental de todo e qualquer parlamento é fiscalizar a aplicação de recursos públicos e o bom andamento da adminitração pública em qualquer das esferas administrativas. Seja federal, estadual ou municipal. Sem ele (o parlamento) a república perde seu sentido, já que lá estão os representantes da sociedade eleitos por voto direto e que devem zelar pelos anseios de quem os elegeu. Devem fazer cumprir o que mandam as leis, principalmente a de responsabilidade fiscal.

Sem os trabalhos do parlamento voltamos aos sistema absolutista, o que é perigoso para qualquer sociedade, tendo em vista a possibilidade da centralização do poder; abrindo-se espaço para o que pode ser denominado tirania ou ditadura.

Publicidade

Em Itapecuru o parlamento, câmara de veradores, mostra-se disperso como ficou claro ao eleger por aclamação chapa única e nela a diversidade partidária de seus membros, embora pareça a princípio algo benéfico, pode ser o indicativo de que o caminho a ser seguido é seja a minimização da função de vereança.

As 15 acdeiras, o partido com maior número é o PMDB com 2 (Thayse Mendes e Zeca Cruz). As demais (13) estão divididas da seguinte forma: 1 PT do B (Neguinho da Saúde), 1 PMB (Wilson Taxista), 1 PDT (Clemilton do Leite), 1 PRB (Denis Carvalho), 1 PMN (Nilsinho de Sebastiana), 1 PT (Irmão Dentista), 1 PRP (Rogério Maluf), 1 REDE (Enes Aguiar), 1 PHS (Anderson), 1 DEM (Alexadre do KID), 1 PTC (Dr. Carlos Júnior), 1 PSDB (Marquinhos Azevedo), 1 PCdoB (Professora Edna).

No contexto político local, levando-se em conta as coligações e grupos partidários o prefeito Miguel Lauand "elegeu" 5 dos atuais vereadores (Thayse Mendes, Zeca Cruz, Denis Carvalho, Anderson e Carlos Júnior). Neto Marreca "elegeu" 4 (Nilsinho de sebastiana, Enes Aguiar, Rogério Maluf e Alexandre do Kid. Rogério Baiano "elegeu" 2 (Irmão Dentista e Professora Edna), Magno Amorim "elegeu" 2 (Wilson Taxista e Clemilton do Leite), Jaimizinho "elegeu" 2 (Neguinho da Saúde e Marquinhos Azevedo).

Publicidade

Porém, alguns pormenores devem ser levados em consideração também. Tendo o maior bloco na câmara o grupo de Miguel Lauand mexeu as peças certas no tabuleiro do parlamento, elegeu o presidente, colocou o partido com maior número de vagas de lado, levou consigo para a mesa diretora mais PT e PMN subindo para 7 o número de paridos aliados, isolou os demais vereadores de primeiro madato e sabe como negociar com seus antigos aliados Alexandre do Kid, Wilson Aires e Rogério Maluf, fazendo com que Professora Edna olhe para os lados e pense duas vezes antes de qualquer ação parlamentar.

Em suma, é muito provável que o atual prefeito Miguel Lauand não tenha qualquer oposição na câmara de vereadores de Itapecuru. Só o futuro pode dizer se isto será bom ou ruim para o municiípio.

Fonte: Da Redação



Atenção: Para comentar é preciso estar logado. Logue-se agora ou clique aqui para cadastrar-se.