Boa Tarde! Sexta-feira, 18 de Outubro de 2019

Notícias

Itapecuru

Convênio vence e obras não são concluídas em Itapecuru

Moradores nos arredores das principais praças públicas de Itapecuru Mirim começam a demonstrar asco à  falta de conclusão das obras na vizinhança, três delas estão chamando atenção.

Foram espalhadas placas de realização de reforma na Praça da Saudade, em frente ao cemitério municipal, na Praça do Farol, em frente ao Faro do Saber, e na Praça Cônego Albino Campos, ao lado da igreja matriz de Itapecuru. Em todas nada de conclusão.

No bairro do mercado a população quer saber quando vão começar as obras já que na plaça diz claramente que o início deveria ter sido em 26 de junho de 2018 e o prazo para entrega deveria ter sido no último dia 26 de dezembro. Nada foi feito, a paisagem e urbanismo ainda são os mesmos de quando fincaram a tal placa que, segundo moadores, "já foi colocada após o prazo de início".

Outra situação semelhante é a Praça Cônego Albino Campos, onde está localizada a biblioteca pública municipal. Nada foi feito, sequer àrvores foram podadas em sinal de que obras a iniciar estariam prestes a acontecer. Lá o temor é que o prefeito cometa o que escritores itapecururenses estão chamando de bibliocídio*, pelo fato de ter divulgado em redes sociais que vai "ronovar o acervo" em vez de ampliá-lo e há temor de que queira tirar a instituição de lá para transformar aquele prédio em algum órgão da administração pública.

O caso mais crítico é a Praça do Farol que foi totalmente demolida e até o momento só ouve-se reclamações da comunidade. Os vizinhos, insatisfeitos com a ação da prefeitura, fazem denúncias aos órgãos de imprensa e já se organizam para manifestações no local. A revolta maior vem por parte dos reggaeiros da cidade que fizeram de lá seu "point" para encontros de amigos, um lugar para levar a família e ouvir o mais puro som das "pedras" nos vinis discotecados pela renomada equipe Ita Discos. E os problemas continuam, vão da falta de recapeamento asfáltico à ausência de informações sobre a obra.

Enquanto são obrigados a lembrar do descaso diariamente ao verem as placas, os itapecuruenses aguardam 2019 com a esperança de que faltam apenas dois anos para acabar o mandato da atual gestão. Este é o sentimento popular.

*Bibliocídio = Destruição de todo o acervo e substituição por novos itens, aniquilação de todos os livros de um acervo com objetivo de substituir por obras novas.

Fonte: Da Redação



Atenção: Para comentar é preciso estar logado. Logue-se agora ou clique aqui para cadastrar-se.